NRF 2021 – CHAPTER 01 – DAY 1

Category :

“Forward Together” (Juntos à Frente) é o tema Retail’s Big Show 2021, maior evento de varejo do mundo, promovido anualmente pela National Retail Federation (NRF) que teve seu início nesta manhã de Terça-Feira (12 de Janeiro). O evento foi dividido em dois momentos, “Chapter 1” (Capítulo 1) está ocorrendo de maneira 100% virtual e no mês de Junho existe o planejamento para o “Chapter 2” (Capítulo 2) que ocorrerá de forma presencial.

Abertura do evento foi por Mike George, presidente do Conselho de Administração da NRF e CEO do Qurate Retail Group, que nomeou 2020 de “o ano mais extraordinário de nossa existência”. O varejo foi capaz de se adaptar rapidamente, fazer sua revolução digital e uma aceleração extraordinária para executar as inovações que em alguns casos só faziam parte do planejamento.

Uma das palestras abordou o novo comportamento do consumidor, que neste momento está fazendo a transição entre um momento de medo em direção a esperança. O material da pesquisa menciona dois sentimentos que devem ter impacto global a partir de 2023, a percepção do tempo e dormência.

A compreensão do tempo pelo consumidor foi alterada pela pandemia, o tempo da mesma forma que parecia largo, também parecia inexistente, os dias se arrastavam e os meses passavam de maneira rápida.

Existe um foco coletivo em como passar o tempo, como aproveitá-lo ao máximo e como suportá-lo. Ao longo do caminho os consumidores buscam produtos e experiências que parecem confortáveis e familiares, com um olhar de nostalgia e de bem estar.

Surgem novos grupos de consumidores pós pandemia como os “The Predictors”, fadigados pelo momento, buscam estabilidade e segurança. Gastos com cuidado, desejo de reabastecimento e reposição automática, pré-encomenda e economia contínua.

“The New Romantics”, outro grupo de consumidores focado em se reconectar com emoções, comunidade e equilíbrio entre trabalho e vida. Desejo de que as coisas voltem a ser como eram antes, saudosistas.

Ressignificação da loja física e a consolidação de alguns conceitos e serviços como o de pagamento sem contato, visitas às lojas com hora marcada, concierge digital, curbside pick up “retirada de produtos na calçada”, shoperteinment or retailment – entertaining in-store shopping experience, unifed commerce – o cliente no centro e todos os canais orbitando ao redor do consumidor.

O momento é de olhar o presente para criar o futuro de maneira mais rápida, não é sobre ser digital e sim sobre estar presente e entender as novas formas de se relacionar, pois se os dados são o novo petróleo, a confiança é a nova eletricidade e o consumidor só irá compartilhar os dados com quem ele confia.